Planeta telhado_verde

Publicado em 12/12/2013 | por Vanessa Ieno

0

Telhado do bem

Com consumidores cada vez mais conscientes e preocupados, os fabricantes de materiais de construção investem em tecnologia e matérias primas de manejo sustentável, e as novidades mais recentes do Brasil são os telhados verdes e as telhas ecológicas.

Tradição desde o século 19 na Europa, e hoje considerado obrigatório em alguns países do continente, os telhados verdes sempre tiveram como objetivo o conforto térmico e acústico das casas. E eles ainda vão além: aumentam a biodiversidade, aumentam em até 30% a retenção da água da chuva, reduzem a emissão de carbono e atuam como filtro retendo as impurezas da poluição do ar, entre outros benefícios.
Considerando o seu ponto forte para as cidades e o planeta, a retenção da chuva ocorre porque o telhado verde substitui parte do solo permeável que foi ocupado pela casa, fazendo com que a drenagem aconteça mais devagar, evitando enchentes em locais cobertos de asfalto, cimento ou piso cerâmico que não absorvem a água.
Hoje, o tão comentado conforto térmico e acústico são pontos fortes para os moradores. A camada de terra e a vegetação funcionam como um filtro de calor ou de frio, mantendo o lar fresco no verão e agradável durante o inverno.
O conjunto de terra e vegetação, também barram os ruídos que vêm de fora e ainda podem virar uma deliciosa e convidativa área de lazer, dependendo da inclinação da cobertura e do peso que ela suporta. A sua instalação é bem simples e a sobrecarga em função da vegetação é pouco significativa, equivalendo ao peso de uma estrutura com telhas de barro. O custo é um pouco maior que o de um telhado convencional, mas se levar em consideração a diminuição de gastos com energia e aquecimento/resfriamento dos ambientes e sua maior durabilidade, o telhado verde fica mais em conta em longo prazo.

Os que não se entusiasmam com a ideia de flores e folhas no telhado, têm como alternativa – ecologicamente correta – telhas fabricadas com fibras naturais recicladas. Elas tem proteção contra os raios UV, são leves, impermeáveis, de fácil manuseio, com maior durabilidade e também oferecem baixa transmissão térmica e acústica. A telha reciclada é em média 10% mais cara que as de cerâmica, mas como é mais leve acaba consumindo uma estrutura menor para a sua sustentação.

Para mais informações sobre o telhado verde, acesse o fabricante em ecotelhado.com.br. Para saber mais sobre as telhas ecológicas, consulte um dos fabricantes no site onduline.com.br.

Tags: , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Empresária, editora e psicóloga (tudo junto e misturado). Apaixonada por cachorros e bichos, crianças, livros, viagens, filmes, séries de TV, queijos, suco de uva, sorvete de jabuticaba e pelo maridão (tudo junto ao mesmo tempo agora). Pretende viver 120 anos para realizar cada item que consta em sua (imensa) lista de desejos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑