Cultura Curta

Publicado em 03/07/2017 | por Krishna Shinno

0

Tal Mãe,Tal Filha

Olá, queridos, o Curta com Pipoca esteve no lançamento do filme Tal Mãe Tal Filha (Telle Mère, Telle Fille), pela Califórnia Filmes, de olho na comédia francesa que conta a relação entre mãe e filha de uma forma contemporânea e bem louca.  Quantas vezes assistimos dramas contando os conflitos de gerações entres pais e filhos, só que dessa vez com toque de humor? Vamos entender como essa relação sobrevive?

talmaetalfilha-01Inseparáveis, Avril (Camille Cottin) e sua mãe, Mado (Juliette Binoche), não podem ser mais diferentes uma da outra. Avril, 30 anos, é casada, tem um emprego fixo e é organizada, ao contrário de sua mãe, eterna adolescente irresponsável e petulante, que vive às custas de sua filha desde o divórcio. Mas quando as duas mulheres se veem grávidas ao mesmo tempo e sob o mesmo teto, o choque é inevitável. Mado está em plena crise de juventude e não está pronta para ser avó, Avril, por sua vez, tem grande dificuldade de imaginar sua mãe…uma mãe! Avril conta com seu pai Marc Daursault (Lambert Wilson), que também se desdobra para ouvir a sua ex-esposa Mado. Dentro do mesmo ambiente Avril – junto com o companheiro – decide o destino da mãe. Será que esse conflito de gerações vai acabar bem ou será aquela velha confusão de família? Será que o papel de filha inverteu ou realmente o mundo está mudando e os pais tornando-se adolescentes irreparáveis?

Direção e roteiro de Noémie Saglio, a diretora formarda pela famosa escola de cinema de Londres é conhecida por Connasse, um programa humorístico baseado em câmeras ocultas, exibido  no Grand Journal do Canal+ que mostra as aventuras de uma parisiense interpretada também pela Camille Cottin. Noémie veio ao Brasil junto com outros diretores e atores para o Festival Varilux de Cinema Francês 2017 para divulgar o seu filme. O Curta com Pipoca esteve no evento e pode conferir a lista de filmes. Sobre a comédia, para quem está acostumado a ver a performance em uma longa lista de filmes e os prêmios da atriz Juliette Binoche – como no  clássico Morro dos Ventos Uivantes de 1992, O Paciente Inglês de 1996, ambos com Ralph Fiennes e Chocolate de 2000 com Johnny Depp -, quase sempre em  papéis dramáticos, pode se surpreender com a personagem que lhe caiu perfeitamente bem: uma mãe totalmente fora da casinha!  A responsabilidade do papel de Camille Cottin realmente chega a deixá-la à flor da pele.  Sugiro assistir com a sua mãe ou sua filha, com certeza terão boas gargalhadas!

Ok, queridos, como eu havia dito tem muita novidade por aí, estamos correndo para postar os lançamentos e novidades.  Aproveitando o Festival Varilux de Cinema Francês (veja aqui e aqui os outros filmes que assistimos na mostra), o Curta com Pipoca traz muitas dicas de ótimos filmes franceses que vem conquistando a nossa lista. Então preparem o seu francês com pipoca e à bientôt (até breve).  Tenham uma ótima semana e fiquem em paz!

Tags: , , , , , , ,


Sobre o autor

Aprecia tudo que esteja culturalmente agregado às emoções, e o cinema faz parte do universo encantador que a transporta para sonhos até transformá-los em história. Compartilha as suas experiências cinéfilas, acompanhada de uma boa dose de reflexão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑