Família Base mãemórias portal-01

Publicado em 19/01/2018 | por Livia Marina

0

Saúde é o que interessa

Olá, meus queridos leitores, de volta depois de uma pequena temporada reorganizando a vida com novos projetos. A gente aproveita o momento de reflexão para redefinir a vida, né? Muita coisa boa para nós nesse novo ano, muitas conquistas, muita história com nossos pequenos que crescem cada dia mais rápido. Crescem (!) e com eles cresce também a nossa responsabilidade. Cada fase a gente se questiona de uma maneira, se cobra de alguma coisa e avalia se está ou não fazendo tudo o que pode.

Meu marido e eu tivemos nos últimos meses de 2017 uma crise com o nosso papel de pais no quesito saúde. Qual o nosso exemplo? O que passamos para as crianças sobre os cuidados com a saúde ? Eles sabem a importância da atividade física ?

Ano passado nenhum dos meus dois praticou esporte extra na escola. Os horários foram incompatíveis e nos acomodamos com isso. Não sou a favor de encher a agenda das crianças com atividades, algumas, inclusive, não tem tempo de serem crianças, mas a importância de praticar uma atividade física é indiscutível. Sabíamos no novo ano que as coisas teriam que ser diferentes. Mas o pior nesse quadro é o nosso exemplo. Tivemos em 2017 uma vida muito sedentária. O ano foi corrido, cheio de novidades e compromissos, adaptações, e a experiência de cuidar de tanta coisa ao mesmo tempo colocou o meu foco apenas em descansar e curtir as horas vagas. Sei que essa desculpa não é nenhum pouco original, mas quem é mãe sabe da nossa jornada 7×7 e o quanto parece que nunca colocaremos a nossas prioridades no lugar.

Mas eu vou contar um segredo: é tudo uma questão de decisão e também de perceber que rumo a vida está tomando. Não só não fiz atividade física como foi o ano em que mais engordei. Aumentei o meu manequim duas numerações e minha crise veio no provador de uma loja plus size. Nada contra , sempre achei interessante ter uma moda voltada para quem sempre teve dificuldade de se vestir por estar “fora do padrão” (um tema complexo que poderá ser abordado num outro post). A minha questão era não estar satisfeita com o que eu estava vendo. A crise foi grande: o que eu fiz, especificamente nesses últimos 4 anos, com o meu corpo? Em que prioridade eu o coloquei? Quais os cuidados que eu dispensei a ele nos últimos tempos? Veio uma avalanche de interrogações e eu, querendo até chorar, não chorei. A consciência não deixou. Eu mesma havia me conduzido até ali. E apesar da tristeza, a hora era de reação. Quando o seu filho caçula chega perto de completar 5 anos, não dá mais para dizer que você tem filhos pequenos e que é corrido e … Corrido sempre vai ser, eles sempre vão nos chamar constantemente, vão precisar sempre de nós e a essa altura do campeonato nós devemos estar mais do que preparadas e entendidas dessa missão chamada MATERNIDADE. E devemos sim olhar mais para nós, nossas necessidades, e tratarmos de estar cada vez mais inteiras para nós e para eles.

Depois da crise de consciência vivida, não restou muito a fazer a não ser iniciar de fato o projeto 2018. Já havíamos – meu marido, as crianças e eu – feito todos os exames cardiológicos solicitados para fazer a atividade física, agora era só matricular. E escolhemos o clube onde somos sócios para fazer as atividades. Escolhi, principalmente, horários em que pudéssemos estar juntos.

As crianças começam no final desse mês, mas eu iniciei dia 04 de janeiro e meu marido dia 03. Sim, começamos o ano mudando. Eu estou fazendo fortalecimento muscular. Com tanto tempo parada tenho que me fortalecer e me preparar antes para depois desenvolver qualquer outra atividade. Entendi a séries e estou indo à academia pelo menos 3 vezes por semana e os outros dias pratico na academia do meu prédio. Nessas quase 3 semanas completas estou percebendo as minhas mudanças e as mudanças aqui em casa. Alguns hábitos sendo mudados.

Ontem à tarde descemos na academia e eles ficaram me assistindo nas séries e percebi o quanto esse hábito vai modificar e impactar as nossas vidas. Vamos mexer na alimentação também. Temos médico na próxima semana, mas por conta própria já tiramos algumas coisas, trocamos outras, reduzimos a frequência e eu, particularmente estou prestando atenção no que meu organismo diz e como recebe a alimentação.

Antes de descer para academia quis comer carambola e meu filho, curioso que é com os alimentos, quis comer um pedaço e gostou muito. E eu fiquei pensando porque nunca experimentei essa fruta com ele antes! Mas a partir de agora é imaginar quantas coisas diferentes podemos fazer em família. Quantas coisas novas para experimentar e principalmente viver de fato a importância de cuidar da saúde cuidando do nosso corpo.

Estamos no começo, mas as pequenas mudanças nos estimulam a dar um passo a mais a cada dia. Saber que estamos cuidando do nosso futuro, nosso bem-estar e fazendo a nossa parte para estarmos com nossos pequenos o máximo de anos, é um grande estímulo. E profissionalmente para mim isso virou um projeto. Estou contando como uma coach (eu!!!), usando as minhas técnicas, pode perder 15 kilos durante um ano. No Diário de um Hábito conto também os processos que passamos quando assumimos um desafio.

Tudo é desafiador e aqui, onde escancaramos o universo materno, sabemos bem quais os pensamentos e propostas que a nossa mente de mãe nos faz e a quais chantagens cedemos. Mas nessas 3 semanas posso afirmar que todo esforço tem valido a pena e que nada que uma mãe conquista fica só para ela – é dividido entre os filhos, marido e mundo todo.

Então com todas essas perspectivas só posso desejar que não nos falte garra, vontade e determinação para corrermos atrás dos nossos objetivos nesse ano e em todos os outros que virão.

Tags: , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Psicóloga com especialização em coaching. Depois de anos atuando em RH, hoje se divide na educação de seus filhos, Luiza e Théo, e nos trabalhos como coach. Sempre interessada no comportamento humano, vive as nuances (e também as neuroses) de uma mulher em busca de sua plenitude. Todo esse universo tão particular é transmitido através da escrita, uma de suas maiores paixões.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑