Cultura Curta

Publicado em 28/10/2016 | por Krishna Shinno

0

Rosa, a cor mais forte

Claro que o mês de outubro também é rosa, o que torna imprescindível falar sobre o câncer de mama e de outros tipos da doença. Obviamente ainda lutamos contra esse problema de saúde pública. A OMS, Organização Mundial da Saúde, estimou que no ano 2030 pode-se esperar 27 milhões de casos decorrentes de câncer, 17 milhões de mortes por câncer e 75 milhões de pessoas com a doença lutando para sobreviver. Infelizmente o aumento principal  está em países de baixa e média renda. Mas não podemos desistir e um dos idealizadores na busca de um tratamento alternativo e cura, o Dr. Dennis Slamon  será nossa próxima consulta. umachanceparaviver-01

O filme Uma Chance para Viver (Living Proof) é baseado na história real e incessante do Dr. Slamon, interpretado por Harry Connick Junior (perfeito… tem cara de médico), que nos faz acreditar que heróis de carne, osso e perseverança existem. Em 1988, no seu pequeno laboratório na Universidade UCLA, Dr. Slamon iniciou a sua pesquisa com o HER2 (Human Epidermal growth factor Receptor-type 2), receptor tipo 2 do fator de crescimento epidérmico humano ou conhecido atualmente como Hercetin. Em quantidades normais, esta super proteína tem um papel fundamental no crescimento e desenvolvimento de uma ampla categoria de células, ou seja tentar amenizar o sofrimento com o tratamento da quimioterapia, prolongando a vida do paciente e até a cura. Lógico que sua batalha não é nada fácil e, além do apoio da família, ele também precisa de verba, autorização para seguir com as pesquisas e principalmente lutar contra a burocracia da industria farmacêutica. No entanto, a sua amiga Lili Tartikoff (Angie Harmon), que por gratidão por ter cuidado do seu marido que tinha câncer, decide angariar fundos junto com o apoio financeiro de Ronald Perelman (Joe Nemmers), CEO da Revlon, para a pesquisa do médico. Toda ajuda é bem-vinda, mas ele precisa de voluntárias dispostas a encarar a pesquisa para que o seu objetivo tenha o retorno esperado. Aparecem mulheres com câncer, esperança e emocionantes histórias para apoiar o médico, mas nem tudo são flores e mesmo com o coração apertado, Dr. Slamon não desiste. Dia e noite ele trava essa batalha junto com suas mulheres guerreiras, entre avanços, perdas e curas. O filme  inspira  esperança, emociona e faz um alerta. Ótimo e recomendado para quem está estudando Oncologia Especializada.

Lifetime Television e Renée Zellweger produziram  o filme sob a direção Dan Ireland, infelizmente falecido em abril de 2016. Dan teve várias participações na direção de filmes como Poltergeist, Aliens e O Império Contra Ataca. Este filme americano de 2008 curiosamente foi produzido em 21 dias e teve enorme importância para promover mais pesquisas sobre o câncer. Dr. Dennis J. Slamon atua como diretor da Clínica e Investigação translacional, também como diretor do programa de pesquisa do cancro das mulheres, professor de medicina, chefe da Divisão de Hematologia Oncologia, vice-presidente executivo para a investigação do Departamento de Medicina da UCLA e Diretor do conselho consultivo da Aliança Nacional de Pesquisa ao Cancêr Colorretal, uma organização de angariação de fundos que promove avanços em câncer colorretal. Como reconhecimento de suas realizações, Bill Clinton nomeou o Dr. Slamon ao Painel do Câncer como um dos três membros do presidente em junho de 2000. Merecidamente ganhou inúmeros prêmios por honra e meritocracia indiscutível. Acreditem, sempre há esperança nas mãos de grandes pesquisadores. 

minhavidasemmim-01Minha vida sem mim (My life without me) é o que a jovem Ann (Sarah Polley), de 23 anos, buscou para aceitar seu diagnostico de câncer no ovários e seus dois meses e pouco de vida. Trabalhando como faxineira noturna, vivendo em um trailer, mãe de duas filhas pequenas (Patsy e Penny, lindinhas), esposa de um marido amoroso mas desempregado, pai preso há dez anos e uma mãe nada fácil. O que mais poderia acontecer em sua vida além da doença? Mais nada, isso tudo já basta, mas para Ann foi o ponto inicial para realizar os seu dez desejos antes de morrer. O curioso é que ela esconde a verdade, dizendo apenas que é uma anemia e segue em busca de seus desejos. Aparentemente ela parece uma pessoa fria, mas na verdade ela precisa focar na sua lista porque o tempo voa. Decide então deixar com seu médico fitas gravadas para que o mesmo entregue para suas filhas até completarem 18 anos. Então vocês podem imaginar o que passa na cabeça de Ann. Eu poderia citar mais itens de sua lista, mas seria como entregar o filme, porque quem assisti fica curioso se ela vai conseguir realizá-los. No drama temos o Don (Scott Speedman), seu esposo, e Lee ( Mark Ruffalo), alguém que fará parte de sua lista. Bom não contarei mais nada e sim, o filme é diferente, emociona, desperta nossa atenção pela coragem de Ann e sua lista bem peculiar.

Dirigido por Isabel Coixet, o filme é  espanhol e canadense, rodado em Vancouver e tem um dedinho de produção executiva de nada mais nada menos dos irmãos Pedro e Agustin Almodóvar e Ogden Gavanski, bom, deu para sentir. O filme ganhou prêmio Goya de melhor roteiro adaptado, melhor canção original – “Humans Like You” do Chop Suey –  e prêmio Genie de melhor atriz para Sarah Polley. Assistam não vão se arrepender da lista de Ann.

prontaparaamar-01Será que mesmo sabendo do seu diagnóstico de câncer, Marley Corbett (Kate Hudson) estaria pronta? Descobriremos em Pronta para Amar (A Little Bit of Heaven). O filme é mais leve, com toque de humor e o esteriótipo da mulher bem resolvida, independente e livre. Mas o que acontece quando Deus na forma de Whoopi Goldberg revela a Marley o pouco tempo de vida? Então para amenizar o seu sofrimento, concede três desejos antes de morrer. Marley  possui um humor sarcástico, ela não deixa a peteca cair e entre a vida restante e a rotina do hospital, se apaixona pelo seu médico, Dr. Julian Goldstein (Gael Garcia Bernal), que por questões éticas é avisado para não se envolver com os pacientes, mesmo assim o jovem médico não dá voz à razão e sim ao coração. Claro que Marley conta com amigos como Sarah (Lucy Punch), Renee (Rosemarie DeWitt) e Peter (Romany Malco), que nos momentos difíceis estão ali ao seu redor.Têm uns momentos loucos no filme, como a visita de Vinnie ( Peter Dinklage, o Tyrion Lannister da série Game of Thrones) o Anão, conhecido como Pedacinho do Céu, contratado por Peter para animar a amiga com um showzinho de striptease particular. Toda forma possível para ajudar Marley é bem-vinda, mas a mesma precisa corrigir alguns vazios em relação a sua mãe e ao seu pai distante. Embora cômico, não deixa de emocionar, principalmente quando  envolve a questão de amar, perdoar e o precioso tempo de vida.

Dirigido por Nicolle Kassell  e roteiro de Gren Wells, é um filme bem menos dramático, mas tem momentos que enche o olhinho d´água.

Encerrando o mês de Outubro com temas infantis e assuntos sérios, vale sempre ressaltar que no Curta com Pipoca, além das dicas de filmes, séries e documentários, também a importância do entretenimento ligado ao nosso bem-estar social, cultural e pessoal. É fato que se não fosse a repercussão de filmes e livros jamais saberíamos que pessoas, acontecimentos e histórias verídicas contribuíram muito para a humanidade. Existem inúmeros filmes que eu poderia citar aqui, mas levaria uma eternidade. Amigos e amigas, não se escodam, se cuidem, se amem e principalmente não deixem de ir ao médico ao primeiro sinal esquisito. O tempo pode salvar e curar vidas. Ah, antes que eu me esqueça, Já Estou com Saudades também é um filme relacionado ao Outubro Rosa, bem bacana que já comentamos aqui. Bom fim de semana e fiquem em paz!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Aprecia tudo que esteja culturalmente agregado às emoções, e o cinema faz parte do universo encantador que a transporta para sonhos até transformá-los em história. Compartilha as suas experiências cinéfilas, acompanhada de uma boa dose de reflexão. A Cultura tem essência.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑