Comportamento coach comigo logo-01

Publicado em 17/03/2017 | por Vanessa Cosentino

0

O pensamento da abundância

Eu interpreto o pensamento da abundância como uma evolução do efeito Poliana. Somente para relembrar a história…. escrita por Eleanor H, Poliana era uma menina incapaz de enxergar a maldade, achava que o mundo era cor de rosa e sempre acreditava no melhor da vida e das pessoas, sendo incapaz de fazer mal a alguém.

Para as pessoas mais objetivas ou até pessimistas, essa visão não surte impacto em suas vidas, gerando mais descrédito acerca do poder dos pensamentos positivos, já que utiliza a ingenuidade como condutor principal. Já o pensamento da abundância é muito mais do que simplesmente ter interpretações otimistas. Ele é baseado em um princípio da natureza em que ela é próspera e (sem a influência destrutiva do homem) pode prover a todos, com fartura.

Ele se opõe ao pensamento da escassez, que está pautado na premissa de que sempre faltará algo para o indivíduo. Acreditar que há mais do que o suficiente para que todos possam ter uma vida plena e próspera ajuda o indivíduo a combater os principais obstáculos ao seu avanço, que são o medo, a inveja, avareza e ansiedade.

Isso parece bom, não? Então, vamos descobrir como desenvolver essas crenças:

  1. Identifique seus pensamentos de escassez

Se você tem um problema para cada solução, leva seus erros muito a sério e costuma enxergar sempre as falhas, então você tem pensamentos de escassez. Perceba como focar-se nessas premissas o deixa nervoso, ansioso ou impotente.

Ao invés disso, concentre-se em suas conquistas (tenho certeza que são várias, desde o momento em que você era uma criança até agora), gere aprendizado a partir dos erros (o que não fazer em uma próxima vez?) e busque a solução ao invés de ficar repassando a situação problemática (estimule sua criatividade para visualizar diferentes opções. Sua mente é poderosa, basta dar o comando certo).

  1. Concentre-se no lado positivo, ou seja, na abundância

Sua energia está onde o foco está. Se um piloto olhar somente para o buraco, irá conduzir sua moto para esse lugar. Ele precisa manter os olhos no caminho e para onde ele deseja ir. Mapeie os obstáculos, mas acredite que você verá as oportunidades ao seu redor.

  1. Agradeça

Somos escravos de nossos desejos e movidos pelo que ainda não temos. Essa foi a base do desenvolvimento humano, mas também gera ansiedade e um sentimento constante de incompletude. Ao final do seu dia, reserve uns minutos para pensar naquilo que você já conquistou, nas pessoas queridas (animais de estimação também!) que estão ao seu redor e agradeça por tudo isso.

  1. Vivencie

Passamos anos atrás de algo e quando conquistamos nem aproveitamos direito, já que estamos pensando no próximo passo. Exerça o poder da presença. Esteja presente nos momentos vividos. Comemore com as pessoas queridas a sua conquista. E agradeça! Lembra-se do passo 3?

  1. Cuide-se bem

Você já leu isso em vários lugares, não é? Mas cuidar-se bem não é somente com relação a parte estética. Desenvolva o amor próprio e a compaixão consigo mesmo. Trate mente e corpo bem. Invista em atividades que te tragam realização e cerque-se de pessoas que te façam bem.

  1. Bloqueie pensamentos exteriores de escassez

Já que você está se concentrando para evitar esses pensamentos, identifique quando eles lhe chegam por vias externas (meios de comunicação ou outras pessoas) e diminua o seu contato com isso.

Cerque-se de pessoas que também optam pela abundância e evite noticiários sensacionalistas, páginas de redes sociais que falam de tragédias, crise e outros flagelos. É importante que você esteja bem informado, mas perceba quando já é suficiente e quando é exploração dos dramas alheios.

  1. Compartilhe sua riqueza

Essa riqueza pode ser traduzida como conhecimento, amor, compaixão… Sempre que você sentir que lhe falta algo, compartilhe com alguém. Se você acha que não lhe dão atenção, dê atenção aos seus filhos, por exemplo. Isso irá ajudá-lo a perceber que ao distribuir, não há escassez.

  1. Crie situações em que todos ganham

É possível ter uma relação positiva com clientes, parceiros, fornecedores e mesmo seus colegas de empresa. Vise sempre uma relação de ganho para ambos os lados. Isso elimina a ganância e gera uma onda positiva de colaboração.

  1. Vigie

Eu já comentei sobre isso em outros textos meus, mas reforçando, para introduzir um novo hábito é necessário a prática constante e ativar um estado de vigília para que, nos momentos em os velhos hábitos ameaçarem voltar, você esteja ciente de que pode perder o controle para eles momentaneamente, mas irá recuperar-se na sequência e retomar o novo hábito.

A vida pode ser interpretada sob diferentes prismas. Ative sua capacidade analítica para perceber qual visão lhe é favorável para construir uma vida plena tanto para você, como para aqueles que estão ao seu redor.

No filme, Into the Wild (Na Natureza Selvagem)* o protagonista percebe que a felicidade só é completa se for compartilhada. Acredito que o princípio da abundância apoia-se nessa mesma vertente. A natureza nos fornece tudo o que precisamos porque existe um grande equilíbrio entre dar e receber, não é e nunca será uma via unilateral. Precisamos vivenciar esse conceito urgentemente.

*Na Natureza Selvagem é um filme baseado em fatos reais que aborda de uma maneira sensível a busca de Chris McCandless, um brilhante e rico jovem americano, que troca a vida confortável na cidade por uma viagem ao Alasca, a fim de procurar sentido para sua própria existência. Vale muito assistir!

Tags: , , , , ,


Sobre o autor

Coach de vida pessoal e carreira. Formada pela Sociedade Brasileira de Coaching, vem se dedicando a orientar as pessoas a promoverem transformações positivas em suas vidas. Não vive sem cinema e música. E recarrega as baterias na prática de Yoga.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑