Cultura Curta

Publicado em 08/05/2017 | por Krishna Shinno

2

Ninguém entra, Ninguém sai!

Queridos amigos, o Curta com Pipoca foi convidado pela Imagem Filmes para prestigiar o lançamento da comédia Ninguém Entra, Ninguém Sai!, um filme com grande elenco e surpreendentes histórias que se desenrolam dentro de um motel. Bom, já deu para imaginar que risos são extremamente necessários para o mundo cinematográfico, afinal não só de romances, dramas, suspenses e ficção vive este mundo. Em nossa memória cultural, não podemos esquecer que o primeiro filme do gênero comédia foi em 1908 com o curta Nhô Anastácio Chegou de Viagem. Um história simples que contava as atrapalhadas aventuras de um caipira na cidade grande, e que ao se envolver com uma corista apanhava de sua mulher. A  partir daí, esse tipo de filme se tornaria a chanchada dos anos 50, como por exemplo a perfomance de Zé Trindade, cômico baiano que encarnava um mulherengo que vivia perseguido por sua terrível esposa. Na época, as comédias mudas tiveram vida curta, devido a chegada do som em 1929. Com o tempo, tivemos como destaque o inesquecível Mazzaropi como Jeca, seu personagem homônimo que rodou mais de trinta filmes, como o “Jeca Tatu” (1959) e “O Corintiano” (1966). Oscarito, de berço circense, não deixou a desejar, considerado um dos mais populares cômicos do Brasil ficou conhecido pela dupla que fez com Grande Otelo, em comédias dirigidas por Carlos Manga e Watson Macedo. Assim como eles, Chico Anysio, Jô Soares, Os Trapalhões (adorava o Mussum), Ronaldo Golias, Carlos Alberto Nóbrega (A Praça é Nossa), Dercy GonçalvesJosé Vasconcellos, Rogério Cardoso, Juca Chaves, Costinha, Zé Bonitinho (Jorge Loredo..lindinho) e tantos outros nos arrancaram risos. Hoje temos uma lista de muitos talentos, cada um de um jeito peculiar, mas muitos deles – e acredito que a  maioria -, tiveram todos esses  como mentores. O filme estreou dia 04 de maio, esperando vocês entrarem  e saírem rindo!

ninguementra2-01Imaginem essa situação, um lugar bem íntimo para curtir o seu amor ou seja lá o que for e que de repente Ninguém Entra, Ninguém Sai! Pois é, essa não era a intenção de Edu (Emiliano D´Ávila), que com muito custo juntou seu suado dinheiro – fazendo até vaquinha – para levar a sua exigente namorada Suellen (Leticia Lima) para o Zéffiro’s, o motel mais chique e cobiçado pelos amantes. Do outro lado da cidade, a juíza Letícia (Danielle Winits) e seu “assessor” e motorista Acauã (Tatsu Carvalho) também decidem dar um pulinho no requisitado motel. Enquanto a recatada Margô (Mariana dos Santos) faz sua consulta com Pai Lillico (Sérgio Mallandro) em buscas de respostas para a sua vida amorosa, Alexandre (Rafael Infante) um fugitivo,  inesperadamente entra em seu carro e partem para despistar a policia, tendo como destino o Zéffiro’s. Com suspeita de virose, o funcionário do motel, Donizete (Paulinho Serra), vai parar no hospital e a equipe do Dr. Fuzzili (Anselmo Vasconcelos) acredita ser um virús contagioso e muito perigoso. Resolve então junto às autoridades e ajuda do Coronel Padilha (André Mattos) interditar o motel, não autorizando a entrada e saída de ninguém. Bom, o cerco e o circo estão armados e as pessoas que estão dentro tentam se organizar para saber o que de fato está acontecendo. Edu se candidata como o representante e acaba informando a todos sobre a quarentena e que os serviços oferecidos são por conta do governo. Isolados, os hospedes desfrutam do bom e do melhor, mas não contam com a faxineira fanática Francisca (Guta Stresser), que abomina o antro de pecado. Ah, não esqueçam que a mocinha da Margô é refém do Alexandre (Síndrome de Estolcomo?), que não deixa de chamar a atenção de um modo diferente. Na confusão, Letícia encontra seu filho Caju (João Côrtes) com sua namoradinha Bebel (Bella Piero), ambos menores de idade (lascou!). Enquanto lá fora a imprensa cobra respostas, os médicos tentam achar uma solução, os familiares estão preocupadíssimos e esposas e maridos se encontram à procura de seus parceiros. É uma confusão só! Lá dentro todos acabam dividindo as suas histórias uns com os outros até a casa cair!!!! Ah, mas se vocês querem saber o que deu toda essa bagunça vão ter que entrar e tentar sair sem dar risada. Agora uma coisa eu falo, Sérgio Mallandro como Pai Lillico está demais!

ninguementra-01

Direção de Hsu Chien (isso mesmo um tailandês radicado no Brasil). Considerado um dos  maiores assistentes de direção do cinema nacional, ele já trabalhou em mais de 65 longas, fora seriados, novelas, comerciais e curtas, teve ainda a oportunidade de aprender com grandes diretores em vários projetos. Em 2014 ganhou o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro – Melhor Curta-Metragem Ficção para  Flerte. Hsu Chien busca agradar o público com um novo conceito humorístico. O enredo parece ter uma mistura de Zorra Total, Vai que Cola com toque de neochanchada que predomina um humor ingênuo, burlesco, de caráter popular. Pois é, amigos, quem ama as comédias brasileiras fica a dica dessa grande confusão. Eu como mencionei antes, ri muito com Pai Lillico, foi uma boa sacada do Hsu Chien!

Ficam aqui outras dicas de filmes para rir, Kung Fusão (apesar de ser um filme asiático, chorei de rir), As Branquelas (já falaram muito dele), Borat (aquele maiô verde!), Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu! (clássico), Se Beber, Não Case (a sequência), Corra que a Polícia Vem Aí, A Pantera Cor-de-Rosa, A Dança dos Vampiros (outro clássico de Roman Polanski), Dirigindo no Escuro (Woody Allen, nossa, uma vasta lista), Minha mãe é uma Peça I e II, A Mulher Invisível, Os Normais – O Filme, Lisbela e o Prisioneiro, O Auto da Compadecida, Até que a Sorte nos Separe, Se eu fosse Você e muita coisa boa que pretendo dividir no Curta com Pipoca. Bom, queridos, divirtam-se e fiquem em paz!

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Aprecio tudo que esteja culturalmente agregado as nossas emoções, e o cinema faz parte do universo encantador que nos transporta para sonhos até transformá-los em história. Compartilho minhas experiências cinefílas com a sétima arte, acompanhada com uma boa dose de reflexão.


2 Responses to Ninguém entra, Ninguém sai!

  1. Maialu Carvalho de Oliveira says:

    Krisss… opções ótimas!!
    Só de ver algumas opções, já dá vontade de rir.kkk
    Assisti o Ninguém entra e Ninguém sai, realmente impossível sair de lá sem dar umas boas gargalhadas.😂😂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑