Beleza Portal_Soul

Publicado em 22/03/2019 | por Mary Hellen Jasso

0

Camuflagem definitiva

Olá! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Comigo está tudo ótimo, ano começando de verdade a mil!

Em um atendimento no começo do mês, a cliente me relata o incômodo que suas olheiras profundas e arroxeadas causam e pergunta se conheço a tal camuflagem. Já havia visto algumas coisas, na verdade é um método que já vem sendo usado para outras regiões, maaaasss, como eu tenho por natureza a cautela (podem chamar de medo também), principalmente se tratando de procedimentos invasivos, fui pesquisar a fundo antes de dizer qualquer coisa sobre.

Então hoje vim falar de mais uma “moda” na área da beleza e estética: Camuflagem definitiva

Como já disse, a técnica é usada já há alguns anos para a correção de estrias, cicatrizes e até manchas como vitiligo. Virou febre ao ter fotos de antes e depois amplamente postadas, inclusive por famosos, do procedimento sendo feito na região das olheiras por um tatuador. Percebendo esse boom, profissionais de micro pigmentação estão cada vez mais correndo atrás de especialização e hoje tem vários profissionais que já aplicam com o mesmo equipamento usado para sobrancelhas.

olheira 1

Onde fazer?

Temos duas opções, a diferença está no grau de profundidade em que o pigmento é depositado na pele. Na tatuagem e na maquiagem definitiva os pigmentos ficam na derme, uma camada mais profunda da pele onde quase não há renovação celular. Por isso esse tipo de técnica dura para sempre e só precisa de uns retoques anos depois, caso desbote. Tanto a maquiagem definitiva quanto a tatuagem só saem com laser. Já a micro pigmentação é realizada na camada mais superficial da pele, a epiderme, que é onde há renovação celular. Por isso ela só dura por volta de um a dois anos, quando o procedimento pode ser realizado novamente.

Como é feito?

É utilizado uma mistura e/ou diluição de pigmentos, aplica-se sobre a pele a ser “maquiada” visando diminuir/acabar com o contraste. As olheiras ficam camufladas e a pele fica uniforme, isso vale para todos as áreas. Pode melhorar em até 80% a aparência da cicatriz, mancha, estria ou olheiras, mas os prós e contras ainda são controversos.

Riscos e contraindicação:

Primeira coisa que é necessário saber: são procedimentos novos, vários dermatologistas se posicionam contra e no caso das olheiras, existem tipos diferentes, algumas não podem ser camufladas.

A dermatologista Tatiana Gabbi, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) explica que o procedimento pode até piorar as olheiras caso a pigmentação fique mais clara ou mais escura do que o resto da pele, por exemplo. “O pigmento que é introduzido pode alterar durante o tempo e a pele fica com outra pigmentação. Assim, a olheira da pessoa pode ser ressaltada com o passar dos anos”, explica. Ela destaca também que algumas pessoas podem ter alergia à tinta e nem saber. “Infelizmente, na maioria das vezes essa descoberta é feita na prática. Ou seja: o indivíduo só descobre que reage ao pigmento da tatuagem porque teve reação”, completa. A camuflagem de olheiras não é recomendada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Tatiana Gabbi explica que a região do olho abrange estruturas importantes que podem ser lesadas pelo procedimento, como o globo ocular.

Apesar de não ser muito alto, o risco de cegueira provocada pela técnica existe. “Isso é possível em todo procedimento que é feito na região com introdução de substâncias particuladas”, afirma a médica, que completa: “A tinta é uma substância particulada e pode impactar alguma artéria terminal e levar a este quadro”. *

A partir desses métodos, estão surgindo outros ainda mais novos, como o BBGlow (foto abaixo) – que se trata da associação da camuflagem + micro agulhamento através da dermapen ou roller, feito com o intuito de uniformizar e iluminar a pele do rosto com cobertura leve, promete tratar com ativos as manchas, melasmas e marcas de acne ao invés de só camuflar.

BBGLOW

Bom, fica aí mais informações e alertas! Eu como profissional nos meus atendimentos e aqui escrevendo para vocês, tenho sempre a preocupação em esclarecer o máximo possível, buscando fontes confiáveis e prós/contras de todos os assuntos quando há.

As novidades estão aí, somos bombardeadas todos os dias com novos procedimentos, cosméticos etc. então acho melhor, quando questionada, buscar conhecimento e multiplicar. Mas como consumidora do mercado da beleza, não faço nada que não tenha o mínimo de segurança por meio de estudos e testes suficientes para garantir isso! Portanto, cuidado! Por mais que alguma coisa te incomode e tenha aparecido uma solução milagrosa para isso, calma, respira e procure obter o máximo de informações, lembre-se sempre que pode piorar, não negligencie sua saúde por resultado puramente estético.

É isso, beijos, até a próxima e qualquer dúvida ou sugestão, comente aqui!

*Folha de São Paulo

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Mary Hellen Jasso

Beauty artist formada pelo Liceu de maquiagem, Academia Internacional de Cinema e Instituto Krizek, acredito e sou interessada no conceito de beleza saudável - de dentro para fora - ligada nas tendências e apaixonada pelos filhos, arte e comida, entre outras (várias) coisas!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑