Bem-estar Nutri_vvv

Publicado em 06/10/2017 | por Alessandra Paula Nunes

0

Boa nutrição = sustentabilidade

As mudanças no estilo de vida e o vertiginoso crescimento populacional aumentam a demanda por recursos naturais, e com isso vieram os impactos negativos ao meio ambiente, tornando-os a cada dia mais escassos. Um dos maiores impactos ambientais está relacionado com a alimentação, envolvendo o desperdício de alimentos e recursos utilizados no sistema de produção, distribuição ou transporte dos mesmos, incluindo a água, a energia elétrica, a mão de obra e os produtos químicos. A Food and Agriculture Organization (FAO), em 2013, relatou que anualmente são jogados fora cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos no mundo todo. A maior parte dos alimentos desperdiçados são os hortifrútis. Muito desperdício ainda se deve a cultura de que aproveitar a totalidade do alimento, como as cascas e os bagaços, é sinônimo de pobreza. Ledo engano! O chique agora é reciclar, e porque não fazer isso também com os alimentos?

Pensando em termos nutricionais a maior riqueza de nutrientes de alguns alimentos está justamente nas partes que são jogadas fora. O aproveitamento integral de alimentos minimiza os resíduos orgânicos produzidos pela alimentação e proporciona menos impacto não só no ambiente, mas também na sociedade e na economia. Essa ação envolve o uso de talos e folhas de hortaliças, cascas de frutas e legumes e até os bagaços. Com criatividade podemos fazer as mais diversas receitas, tanto doce como salgada, e agradar aos paladares mais exigentes.

Vamos reciclar?

depapocomanutri

Comece fazendo uma compra inteligente. Mesmo sem tempo, é melhor comprar somente os alimentos que serão consumidos na semana. Para aumentar a vida útil do alimento, armazene de maneira adequada e ao primeiro sinal de que ele está prestes a se deteriorar, use-o na sua totalidade.

O que fazer com as partes “não convencionais”?

Talos de hortaliças – ricos em fibras e vitaminas, podem ser aproveitados em sucos, como recheios de patês, tortas, temperos, omeletes e molhos para massas.

Folhas da cenoura – Ricas em betacaroteno (um precursor da vitamina A), fica perfeito para dar liga às massas de bolinhos ou como temperos (o gosto é bem parecido com a salsinha). Extremamente diurético, pode ser usado também para chás.

Casca de melancia (parte branca) e casca da banana – podem ser usadas para fazer doce.

Casca de laranja – pode ser caramelizada com açúcar orgânico e ser utilizada em compotas, nas bases de biscoitos, ou simplesmente como um acompanhamento charmoso do cafezinho.

Cascas de batata, mandioquinha, beterraba, nabo e cenoura – assadas em forno bem alto ficam ótimas como aperitivos (Adicione sal light ou sal do Himalaia após estarem prontas).

Maracujá (parte branca) – compotas e geleias.

Casca do abacaxi e goiaba – servem para fazer sucos que podem ser usados para substituir os ingredientes líquidos de bolos.

Faça o teste e surpreenda seus convidados com as receitas abaixo:

FLAN DE CASCAS DE GOIABAS

Ingredientes:

4 colheres (sopa) de amido de milho; 6 colheres (sopa) açúcar orgânico ou demerara; Casca de 3 goiabas vermelhas; 1 copo (americano) de água; 1 copo (americano) de leite semi-desnatado.

Modo de preparo:

  1. Dissolva o amido de milho em um pouco de leite;
  2. Bata as cascas de goiaba com a água até obter um copo de suco;
  3. Junte todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre;
  4. Despeje em uma forma para pudim umedecida com água e leve para gelar.

Rendimento: 6 porções.

BRIGADEIRO DE CASCA DE BANANA

Ingredientes:

1 lata de leite condensado; 1 colher (sopa) de manteiga sem sal; 4 colheres (sopa) de chocolate em pó amargo (preferencialmente o orgânico); Cascas de 2 bananas maduras; chocolate granulado para confeitar.

Modo de Preparo:

  1. Lave e higienize as cascas de banana com produtos específicos para higienizar hortaliças (vendido nos supermercados). Após a higienização pique em pedaços pequenos;
  2. Bata todos os ingredientes no liquidificador;
  3. Em uma panela média, coloque a mistura e mexa em fogo brando até o brigadeiro soltar do fundo da panela;
  4. Deixe esfriar e enrole passando no chocolate granulado.

Rendimento: 20 porções.

Tags: , , , , ,


Sobre o autor

Alessandra Paula Nunes

Nutricionista clínica e esportiva (a nutri dos esportes de combate!). Mãe do João e esposa do cubano Paco Garcia, a lenda do boxe brasileiro! Adora livros (ler e escrever), viajar, trabalhar e não fazer nada de vez em nunca. É ligada no 220 e fã do bom uso das redes sociais. Ah, e o seus pacientes a amam!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑