Beleza Portal_Soul

Publicado em 30/11/2018 | por Mary Hellen Jasso

0

Beleza Negra

Olá! Como estão?

Novembro passou rápido, né? Deve ser porque tivemos vários feriados, entre eles, (para algumas localidades), o da Consciência Negra.

No país inteiro, durante todo o mês, acontecem palestras, discussões e eventos de arte, cultura, beleza e conscientização em combate ao racismo.

E eu, como admiradora da beleza negra, conhecendo, como profissional, as dificuldades e equívocos que acontecem quando falamos de maquiagem para pele negra, e filha de uma mulher negra, que mesmo com tom claro (imaginem as retintas!), sempre encontrou dificuldade em achar produtos no tom certo, não poderia deixar de falar sobre!

Que cor comprar? Primeira grande questão, que é um erro comum cometido inclusive por profissionais, é o subtom da pele. Isso não acontece só com pele negra, mas a diferença é que as brancas são mais facilmente “encaixáveis” nas duas categorias básicas de subtons existentes no mercado: fundo amarelo, considerado o quente; rosado, o frio; e neutro. Já para a pele negra é mais comum os fundos amarelados ou oliva, avermelhados, e quando frio, azulado, mais raro aqui, Porém existe em tons mais escuros. E o problema de errar nessa pele também é maior, porque acinzenta, e fica mais evidente!

Mas e aí, o que eu faço para saber o meu? Gente, não caiam nessa de ver a cor das veias, como vemos em dicas na internet ou tal e tal truque… Vá na loja, passe no rosto, saia na luz natural e, se possível, espere para ver se não oxida, porque sim (!) a base pode oxidar e mudar de cor um tempo depois de aplicada, e só depois volte para comprar!

Ah, mas mesmo testando e comprando a cor certa acinzentou em algumas partes do rosto, e agora? Normal! É comum ter dois, três tons diferentes em um rosto pois a distribuição de melanina não é homogênea e então temos que fazer uma correção, aconselho com corretivo laranja, geralmente na testa próximo à raiz do cabelo e ao redor da boca, para igualar antes de passar a base.

Sobre contorno: Primeiro, isso serve para qualquer etnia, esse modelo de contorno amplamente divulgado nas redes sociais não é para todos os rostos! Cada formato pede luz ou sombra em determinado ponto. Essa técnica de luz e sombra é muito antiga na maquiagem, e usada exageradamente serve para mudar os traços, como numa make de drag, por exemplo, que é de transformação. Se é uma maquiagem de beleza, de realce, apenas devolver o contorno natural do rosto, após a uniformização feita pela base, já é o suficiente!

E falando do fenótipo da mulher negra, é comum o nariz largo, e você é linda assim! Esse negócio de ficar afinando nariz, é um padrão de beleza eurocêntrico, eu nunca afino o nariz a não ser que a cliente peça, e mesmo assim trato de falar antes que não precisa, mas que se ela insiste eu vou fazer bem leve rsrs.

Outro ponto importante, o pó deve ser do mesmo tom da sua pele, ou amarelo, nunca pó branco, por mais que seja translúcido e não acrescente cor, vai acinzentar!

Aqui vai um passo a passo de uma maquiagem que fiz com correção leve, acabamento natural e cobertura média, coloco abaixo a lista de produtos usados, mas qualquer dúvida, já sabe, só me mandar por aqui!

1 – Primeiro usei corretivo laranja L A Colours + Studio Finish Concealer Duo NW45/Nc 50

2 – Depois uniformizei com a Base Clinique Pore Refining cor 27 Pecan

3 – Pó Bitarra n°3 somente para “secar” o corretivo e não acumular nas linhas, tirar o brilho excessivo da testa e iluminar a linha do maxilar

4 – Batom Latika n° 22 / blush Life´s a Peach Sleek / sombras paleta 1017 Catharine Hill / delineador Nyx / cílios postiços Miss Frandy / iluminador Makeup Revolution Golden Lights

soulbonita-01

 beleza negra

E por último, dei um outro efeito pro make, retirando o excesso de sombra e cílios, e aplicando gloss transparente da Vult, nas pálpebras em batidinhas e nos lábios com pincel.

glossy2

Espero que tenham gostado, sejam felizes com sua beleza e não deixem que nenhum padrão dite como ser!

Neste mês contei com a beleza da querida e maravilhosa Priscila e com o olhar e lentes da Elizama

Agradecimento especial ao Centro Cultural Casarão

Bjs e até a próxima!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o autor

Mary Hellen Jasso

Beauty artist formada pelo Liceu de maquiagem, Academia Internacional de Cinema e Instituto Krizek, acredito e sou interessada no conceito de beleza saudável - de dentro para fora - ligada nas tendências e apaixonada pelos filhos, arte e comida, entre outras (várias) coisas!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo ↑